Como deixar sua marca profissional por onde você passar? Além de um trabalho bem feito e do conhecimento técnico. O que fica na memória das pessoas são as habilidades que você apresentou durante o período de convivência. Como se portou diante dos obstáculos e nos eventos profissionais em que estiveram juntos.

Toda reunião ou grupo de trabalho deve ser considerado um evento. Assim você não irá se descuidar da sua imagem. Como responsável pelo evento ou não, está é a oportunidade que você tem de apresentar seus conhecimentos. Quando o faz da forma apropriada marca pontos no subconsciente das pessoas.

Como responsável pelo evento, que pode ser uma reunião, você deve receber e dar as boas-vindas a todos. Em algumas reuniões maiores também é importante indicar outras pessoas da equipe para esse papel de anfitrião.  Mas não esqueça de cumprimentar a todos logo no início da reunião. E no final se for o caso de alguém que chegou atrasado.

Como participante, não esqueça de se apresentar. Diga seu nome, empresa e cidade se for fora da sua empresa. Tenha um aperto de mão firme e natural. Ao se despedir pode dizer “Muito prazer”.  Se for um superior ou cliente, aguarde que ele estenda a mão para cumprimentá-lo.

Mas essa dica só vai ter impacto se for praticada de forma sincera. Fazer apenas porque leu não fará sentido. Na realidade nada do que você ler ou ouvir, deve ser usado sem que faça sentido para sua vida. Deixar uma marca pessoal é mais do que um aperto de mão e um cumprimento. Mas pode indicar um caminho inicial.

Eu comecei a entender isso com meu coach. Ao ver que as pessoas respondiam de maneira positiva quando elas sentiam que eu valorizava o que elas faziam. E comecei a retribuir com pequenos gestos. Gestos esses que nosso subconsciente registra e conectam com outros gestos e palavras. Criando assim a empatia.

No coaching, que é mais do que umas “aulas particulares”, encontrei um apoio integral ao meu crescimento. Como as dicas acima e tantas outras que compartilho. É aprender a valorizar o outro. Com um aceno e um sorriso discreto para alguém no refeitório que está sentado comendo. Com o inclinar-se na mesa, se não é possível levantar. Com o aperto de mão com um balanço que transmite energia.

Enfim consegui descobri minha marca pessoal e profissional. E usar em meu benefício. Se você gostou, utilizou as dicas e teve resultados, compartilhe comigo. Não sabe ainda qual a sua marca pessoal e precisa de ajuda para construir uma? Então clica aqui no botão que teremos muito prazer em te ajudar.


Renata V. Lopes

Atua há mais de 25 anos na área de Tecnologia da Informação com gerenciamento de projetos e equipes multidisciplinares, em grandes empresas como Grupo Gerdau, Lojas Renner, Hewlett-Packard, Rio2016 e Grupo Guanabara. Master coach, leitora compulsiva, blogueira, apaixonada por redes sociais e estudante em constante desenvolvimento, acredita na cooperação, colaboração e compartilhamento do conhecimento como forma de aprendizado.

error: Conteúdo Protegido!
×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

× Posso ajudar?