As 3 etapas da delegação eficiente, que eu chamo de C.A.C., são simples de serem implementadas na sua rotina como gestor. Delegar tem muitas vantagens. E por mais que você tenha a percepção de que faria melhor, lembre-se que você precisa fazer através de pessoas. Se ainda não se convenceu e continua com a agenda cheia, aqui vão 4 (quatro) razões para você entender porque delegar é importante.

  • Você poupa tempo para executar outras tarefas importantes, além de você ganhar flexibilidade com recursos alternativos dentro da equipe.
  • As habilidades e competências dos profissionais do seu time aumentam.
  • A medida que mais pessoas se envolvem com seu trabalho, gera maior engajamento e compromisso entre vocês.
  • Permite que você se concentre em tarefas mais difíceis e importantes. Abrindo espaço para você pensar, pesquisar, discutir e se desenvolver para o futuro.
delegar2

Fonte: Pinterest

Convencido? Então que tal aprender mais sobre as fases da delegação? Eu já falei de duas delas, mas quero dar mais algumas dicas para te ajudar com a última delas que é a cobrança das tarefas.

As etapas da delegação são:

  • Comunicar – Antes de você sair por aí distribuindo atividades para o time já deixei algumas dicas de que você precisa avaliar a o processo de comunicação. Mantenha atenção nessa fase, focando nesses itens:
  1. Estabeleça claramente qual a atividade a ser realizada e que resultado se espera na hora da entrega;
  2. Combine a data da entrega final e se for o caso alguma data intermediária de acompanhamento;
  3. Priorize essa atividade em relação as demais atividades que a pessoa já tenha;
  4. Explique a consequência caso a atividade não seja completada dentro do prazo definido;
  5. Certifique-se que os procedimentos para a realização da atividade sejam de conhecimento da pessoa que o fará.
  • Acompanhar – Estabeleça uma agenda de acompanhamento da atividade, talvez inicialmente você precise acompanhar mais de perto. Mas fica a dica, que mesmo sendo uma pessoa que você conhece a muito tempo e que sabe que o trabalho será bem realizado, cabe a você acompanhar o andamento. Afinal perante ao seu superior será você que responderá por aquele resultado.
    Deixe claro que você está à  disposição para apoiar nesse processo, sugira datas na agenda para um encontro formal, mas deixe seu celular ou chat disponí­vel para isso. Se for o caso remarque reuniões canceladas, repriorize atividades, quebre as entregas, enfim mantenha o canal de comunicação aberto com quem faz.
  • Cobrar – Muitos dizem que é a parte mais complicada, mas não deveria ser. Pois se você orientou direitinho é apenas receber o que se espera. Certo?! Se tudo foi conforme o planejado sim.
    E por que não é isso que acontece? A resposta pode estar em não deixar claro o seu papel como facilitador do processo, especialmente nas dificuldades e barreiras que o funcionário possa encontrar na atividade por ser a primeira vez que está realizando.
    Não cobre apenas no final, quando você realmente se dispõe a acompanhar e o faz. Não tem cobrança. Seja presente!

Espero que essas dicas te ajudem a alcançar sucesso na delegação de tarefas para sua equipe, daqui para frente.

Não esqueça de nos mandar comentários e dúvidas pelo site ou fanpage.


Renata V. Lopes

Atua há mais de 25 anos na área de Tecnologia da Informação com gerenciamento de projetos e equipes multidisciplinares, em grandes empresas como Grupo Gerdau, Lojas Renner, Hewlett-Packard, Rio2016 e Grupo Guanabara. Master coach, leitora compulsiva, blogueira, apaixonada por redes sociais e estudante em constante desenvolvimento, acredita na cooperação, colaboração e compartilhamento do conhecimento como forma de aprendizado.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo Protegido!